Caarapó intensifica combate ao Aedes aegypti


O clima é de guerra declarada. Foi isso que se verificou na manhã de quinta-feira (28), no distrito de Nova América, quando o prefeito Mário Valério (PR) reuniu um grande grupo de agentes de controle de vetores para anunciar a estratégia de combate a um inimigo que está aterrorizando a população brasileira nos últimos tempos: o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zica vírus.

"Vamos iniciar uma luta sem trégua contra o mosquito", disse o prefeito, ao explicar que o distrito de Nova América foi escolhido estrategicamente por apresentar um índice crescente de casos de dengue. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, em 2016, até o último dia 27, haviam sido notificados 93 casos suspeitos de dengue no município. Desse total, apenas em Nova América foram registradas 42 ocorrências. No distrito, o índice de infestação do Aedes aegypti chega a perto de 2%, o dobro do índice considerado estável pela Organização Mundial de Saúde (OMS).


"Diante desses números, precisamos explicar para a população a importância da participação de todos nessa batalha", disse o prefeito. Relatando números do Ministério da Saúde, o dirigente lembrou que 85% dos focos do mosquito estão nas residências. "Portanto, a participação das famílias é vital para a eliminação do Aedes aegypti", declarou, observado pelo representante do distrito na Câmara de Vereadores, Manoelito Bagaceira (PMDB)..

O plano de combate ao Aedes aegypti no distrito de Nova América é composto por uma série de ações. Conforme o secretário municipal de Saúde, Ivo Benites, até o próximo domingo (31), os moradores deverão efetuar a limpeza dos quintais e terrenos baldios, depositando entulhos, galhadas e todo o material inservível na frente dos lotes e residências. A partir de segunda-feira (1°), os caminhões da prefeitura farão a coleta. Paralelamente, estão sendo realizadas visitas em todos os imóveis para registro de eventuais focos e consequente eliminação de criadouros do mosquito. Também está sendo aplicado o chamado inseticida Ultra Baixo Volume, o popular 'fumacê', em toda a localidade. Além disso, estão sendo realizados consultas médicas, exames e tratamento para todos os pacientes com dengue. O distrito de Cristalina passará pelo mesmo processo no período de 1° a 5 de fevereiro. O mutirão de combate ao Aedes aegypti chegará à sede urbana do município em fevereiro, em período ainda a ser confirmado pela administração municipal.

A prefeitura de Caarapó possui todo um staff de guerra para combater o Aedes aegypti, sob o comando da Secretaria Municipal de Saúde. A estrutura é composta por um  coordenador municipal de Controle de Vetores; um chefe de Equipe; 11 agentes de Controle de Endemias; um técnico para identificação de espécies e digitação no sistema de acompanhamento; dois veículos e  uma carreta tipo reboque; seis bombas costais atomizadoras motorizadas para aplicação de inseticidas. O Departamento de Controle de Vetores possui ainda uma sala para atividades administrativas, equipe, laboratório entomológico e educação em saúde; um depósito para armazenamentos de inseticidas e equipamentos; computadores, um microscópio bacteriológico e um microscópio Entomológico.

Multa
Em Caarapó, negligenciar a limpeza de quintais e terrenos baldios, favorecendo a proliferação do Aedes aegypti, dá multa. A Lei Municipal n° 029/2008, no seu artigo 182, estabelece que os proprietários ou inquilinos são obrigados a conservar em perfeito estado de asseio os seus quintais, pátios, prédios e terrenos. O parágrafo único do mesmo artigo prevê que não é permitida a existência de terrenos cobertos de mato, pantanosos ou servindo de depósito de lixo dentro dos limites da cidade, vilas e povoados.

Outra Lei, a n° 1030/2010, estabelece que quem não colaborar no combate ao mosquito da dengue e ao caramujo africano poderá ser multado. Assim, donos e responsáveis pelos imóveis que não cuidam da limpeza e acabam permitindo a proliferação de mosquitos transmissores de doenças e do caramujo africano sofrerão as sanções previstas em lei.                

Foto: Dilermano Alves

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados