Em Dourados, Saúde implanta calendário de ações preventivas para todo o ano de 2016


 Meta do prefeito Murilo é a prevenção para melhorar a qualidade de vida das pessoas

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Dourados intensifica em 2016 a 'Promoção à Saúde e Prevenção de Doenças', através da implantação de um programa que consiste num calendário com ações direcionadas. Segundo o secretário Sebastião Nogueira, serão atividades fundamentais para promoção à saúde que vão impactar na melhoria da qualidade de vida dos douradenses e redução dos riscos e doenças na população. Essa é a meta do prefeito Murilo.

As atividades serão mensais, começando com o Fevereiro Verde, quando haverá ações de promoção à alimentação saudável, Março Cinza (Prevenção à Tuberculose e Hanseníase), Abril Branco (Saúde), Maio Marrom (Combate ao Tabagismo), Junho Laranja (Doenças Virais), Julho Roxo (Acidente do Trabalho), Agosto Lilás (Criança e Adolescente), Setembro Amarelo (Saúde Mental), Outubro Rosa (Câncer de Mama e Colo de Útero), Novembro Azul (Câncer de Próstata) e Dezembro Vermelho (Doenças sexualmente transmissíveis).
Em todas as atividades, serão levadas mensagens de promoção à saúde, prevenção, importância do combate a doenças, do diagnóstico precoce, entre outros. Serão amplamente divulgados os serviços disponíveis na rede pública para tratamento e prevenção, assim como o papel da população para evitar o surgimento de doenças. A intenção é realizar ações efetivas que resultem na satisfação, bem estar físico, psíquico e social dos douradenses.
Através desse programa, haverá uma mudança no modelo assistencial vigente no sistema de saúde, com o qual a rede pública pretende estreitar os vínculos do profissional de saúde e da população, promovendo a proteção, recuperação e reabilitação da saúde dos indivíduos.
"Grande parte das doenças que acomete a população é passível de prevenção, é isso que queremos alertar para a população. Uma pessoa que evita doenças com práticas simples, melhora a qualidade de vida, que é o nosso grande objetivo", explica o secretário de Saúde Sebastião Nogueira.
Ele lembra que essas ações são importantes para reorientação dos modelos assistenciais na área da saúde, sendo uma estratégia construída através de políticas públicas que melhorem e modo de viver. "Buscamos valorizar o indivíduo ao criar esse programa, desenvolvendo assim, ações voltadas para impedir o surgimento de doenças e para recuperação e manutenção das já instaladas", destaca o secretário.
A intervenção através do programa ocorrerá em todos os níveis, com intensificação das atividades existentes. Na chamada prevenção primária, que consiste na imunização contra doenças, proteção de riscos, reeducação para portadores de hábitos, vícios e riscos relacionados a probabilidades de desenvolvimento de futuras patologias, entre outros. Essa está associada às ações contra doenças que ainda não surgiram, mas podem ser prevenidas.
Na chamada prevenção secundária também terá atividades. Essa também é conhecida pela expressão "Gerenciamento de Doenças", que é quando há diagnóstico precoce e tratamento imediato das doenças mais frequentes, utilizando-se métodos de rastreamento e protocolos clínicos. Dessa forma, previne-se a ocorrência de complicações ou sequelas que eventualmente incapacitam os indivíduos em suas atividades cotidianas e cujo tratamento onera sobremaneira as Instituições.
Por fim, também haverá ações na prevenção terciária. Essa também conhecida como "Gerenciamento de Casos", proporciona implementação de ações no intuito de reduzir complicações e minimizar as consequências de sequelas que já acometem o indivíduo e na eventual reabilitação de doentes, no entanto estabilizados, por meio de cuidados equipe multiprofissional.

Foto: Arquivo/Assecom

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados