Embrapa e Basf lançam primeira soja geneticamente modificada no Brasil durante Showtec 2016

Com a presença das autoridades que estiveram na cerimônia de abertura do Showtec 2016, a Embrapa e a Basf lançaram, nesta quarta-feira (20), a tecnologia Cultivance. Trata-se da primeira soja geneticamente modificada totalmente desenvolvida no Brasil. O Showtec segue até sexta-feira (22).

Todo o processo de produção da Cultivance foi feito no País e a tecnologia já estará disponível para comercialização em 2017. O sistema de produção combina cultivares de soja geneticamente modificadas e adaptadas a regiões diferentes. Como resultado, a tecnologia facilita o manejo de diversas plantas daninhas, inclusive as de difícil controle.

Entre as cultivares indicadas para esta tecnologia, está a BRS 397cv, indicada para o plantio na região centro-sul de Mato Grosso do Sul. Apresenta alto potencial produtivo também em áreas com a presença do nematoide de galha, e resistente a algumas doenças como, como o cancro da haste.

O evento de lançamento contou com a presença do chefe-geral da Embrapa Oeste, Guilherme Asmus, chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Oliveira Soares, da governadora em exercício, Rose Modesto, o presidente da Fundação MS, Luiz Alberto Moraes Novaes, o presidente do Sistema Famasul, Maurício Saito, o prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja; presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto, secretário de Estado de Governo, Eduardo Riedel; secretário de Estado de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Lamas; presidente do Crea-MS, Dirson Freitag; diretor do Sebrae, Tito Estanqueiro; presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho; presidente da OCB-MS, Celso Ramos; presidente da comissão da cana da CNA, Enio Fernandes; gerente geral da Caixa, Rafael Freitas; além de demais representantes do poder legislativo.

Sobre o Showtec

Destinado aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, o Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do agronegócio brasileiro.


O evento é realizado pela Fundação MS e tem como principais promotores o Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) e conta com o apoio do Sindicato Rural de Maracaju, Prefeitura Municipal de Maracaju, Sebrae/MS (Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena e Micro Empresas), Senar MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul), Embrapa Gado de Corte, Embrapa Agropecuária Oeste, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar, Sicredi e Fundect (Fundação de Apoio do Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul).

Fotos Denilson Rodrigues


Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados