Festas de Fim de Ano: CCR MSVia mostra redução da violência do tráfego na BR-163/MS


Comparação com Festas de 2014 revela menos feridos, acidentes e acidentes fatais em 2015

O SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário da CCR MSVia divulgou nesta quarta-feira (06/01) o balanço de ocorrências na BR-163/MS ao longo das Festas de Fim de Ano. A quantidade de acidentes fatais na BR-163/MS caiu 50%, de dois para um. A constatação foi feita a partir da comparação das ocorrências registradas entre Natal e Réveillon de 2014 com o mesmo período em 2015.

Segundo o estudo, também houve diminuição em 47% no número de feridos (queda de 32, em 2014, para 8, em 2015), bem como redução de 38% no índice de acidentes (queda de 32 para 20).


É a primeira vez que a Concessionária compara o comportamento do tráfego na BR-163/MS em Festas de Fim de Ano sob sua administração, o que permite uma avaliação apurada do desempenho da própria empresa. A CCR MSVia assumiu a rodovia em abril de 2014, mas só iniciou a operação do SAU em outubro de 2014.

De acordo com Keller Rodrigues Jr., gestor de Interação com o Cliente da CCR MSVia, a comparação reafirma o acerto das ações desenvolvidas pela Concessionária, o que inclui a eficácia da parceria com a Polícia Rodoviária Federal no combate à violência do tráfego.

"Entre um ano e outro, duplicamos quase 90 quilômetros da BR-163/MS, recuperamos todo o pavimento da rodovia, modernizamos a sinalização e estabelecemos definitivamente nossa presença estratégica ao longo do trecho", afirma o engenheiro. "Estamos fazendo uma enorme diferença e a parceria com PRF tem sido imprescindível para vencermos gradualmente a insanidade do tráfego na região".

Rodrigues lembra que foram realizadas várias ações educativas pela Concessionária ao longo do ano, o que culminou com distribuições específicas de milhares de folhetos educativos no final do ano e afixação de mensagens de conscientização em dezenas de faixas em pontos estratégicos da rodovia.

Segundo dados do estudo do SAU, entre 20/12/2015 e 03/01/2016, foram registradas 6.055 ocorrências. Destas, 2.184 casos envolveram socorro mecânico e 176 casos socorro médico. Eventos de retirada de resíduos da pista envolveram 1.264 atendimentos.

"Continuamos trabalhando para transformar a BR-163/MS em Rodovia da Vida", destaca Keller Rodrigues.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados