Geraldo volta a destacar atuação de Dom Redovino Rizzardo

         O bispo Dom Redovino Rizzardo entrega o cargo ao seu sucessor, padre Henrique Aparecido Lima, no próximo sábado. O deputado federal Geraldo Resende voltou a destacar a atuação de Rizzardo, sendo que no mês de novembro, chegou a fazer um pronunciamento da tribuna da Câmara, elogiando o trabalho por ele prestado nos 15 anos em que permaneceu à frente da Diocese de Dourados. O parlamentar, mais uma vez também, desejou boas-vindas ao novo dirigente religioso.

         Segundo Geraldo, Dom Redovino, aos 76 anos, após 48 anos de vida presbiterial e 15 anos exercendo o bispado, entrega seu cargo ao sucessor, após renúncia por questões particulares. "Posso dizer, ao ouvir as mais diversas declarações de fiéis, padres, freiras enfim, de membros da comunidade religiosa douradense dos mais diversos segmentos, que ele já deixa saudades, muito embora tenhamos o consolo de que ele continuará, de alguma forma, exercendo sua missão evangélica, na função de administrador apostólico ou Bispo Emérito", afirma o parlamenta, reiterando as palavras do seu pronunciamento.
         "É homem que desde cedo, demonstrou sua vocação para a vida missionária, tendo iniciado, com apenas 11 anos de idade, sua trajetória religiosa". Ainda de acordo com o deputado, nos catorze anos de bispado, Dom Redovino granjeou um sem número de admiradores pela sua dedicação, desprendimento e trabalho humilde, que resultou em inúmeras conquistas.
"Entre os anos 2002 a 2015, por exemplo, foram ordenados por ele 23 padres diocesanos e 15 religiosos, tendo sido criadas dezessete paróquias e sete Institutos religiosos femininos e sete masculinos, além da Toca de Assis, para os moradores de rua e o Mosteiro Santa Maria dos Anjos (de vida contemplativa). Em 1.º de junho e 2011, a Diocese de Dourados foi desmembrada e assim, dela, nasceu a Diocese de Naviraí, sendo que 31 paróquias ficaram com Dourados e dezenove com Naviraí", esclareceu Geraldo.
         O parlamentar conclui dando boas vindas ao futuro bispo diocesano de Dourados, o padre paranaense Henrique Aparecido Lima, de 51 anos, oriundo da província da Congregação do Santíssimo Redentor (que compreende os estados de Mato Grosso do Sul e Paraná, com sede em Curitiba). "Que seu trabalho seja tão ou mais profícuo quanto foi o de Dom Redovino e certamente a Diocese de Dourados terá muito o que comemorar, ao também findar sua missão".

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados