Na guerra contra o Aedes, Dourados lança Plano de Contingência nesta 4ª

A Prefeitura de Dourados lança nesta quarta-feira (20) o Plano de Ação Municipal para Contingência do Aedes aegypti 2016. O ato vai acontecer às 8h da manhã na Escola Municipal Armando Campos Belo, no Jardim Santa Brígida, com a presença do secretário de Saúde Sebastião Nogueira.
Esse plano, que ficou definido na semana passada durante reunião do prefeito Murilo com o general Rui Yutaka Matsuda, comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, vice-prefeito Odilon Azambuja e secretários municipais, estabelece as ações integradas da administração municipal na "guerra" instalada para combater o mosquito transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus. O lançamento acontece com um mutirão onde participam em torno de cem agentes de saúde e ainda, voluntários e soldados do Exército Brasileiro.

A secretaria de Saúde determinou que sejam disponibilizadas caçambas para que os moradores recolham lixo reciclável, como garrafas Pet, pneus, plástico, vasos, entre outros recipientes que sirvam de criadouro do Aedes aegypti.
As casas serão vistoriadas pelos agentes e os moradores serão orientados. Depósitos com larvas do mosquito serão eliminados. Desde o inicio de janeiro deste ano, os agentes de saúde já localizaram 400 depósitos de água parada com larvas prontas para se transformarem em mosquito e saírem picando as pessoas, já que o alimento deles é o sangue.  Se contaminados com o vírus (Den-1, 2, 3 ou 4), a pessoa pode contrair uma das três doenças: dengue, febre chikungunya ou zika vírus.  
Os responsáveis por imóveis em situação inadequada serão notificados e terão um prazo de dez dias para fazer a limpeza. Este ano a Secretaria de Saúde já expediu 300 notificações a moradores que não se adequaram. Após a notificação, se o imóvel continuar em situação precária, oferecendo risco, o responsável pode ser multado, conforme a Lei Municipal.
Imóveis fechados bem como terrenos baldios serão também vistoriados. De acordo com o CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) desde o inicio do ano, quando começaram os mutirões já foram vistoriados 15 mil imóveis em bairros como Canaã III, Cohab II, Jardim dos Estados, Parque das Nações II, Água Boa, nas regiões do Jardim Flórida, Parque do Lago e Novo Horizonte.
Para apertar ainda mais o cerco contra a dengue, o prefeito Murilo baixou um decreto, que foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira, 19, responsabilizando gestores e entidades públicas de administração direta ou indireta tanto municipal, como estadual ou federal na manutenção dos prédios de modo a impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. Quem não cumprir o decreto pode ser multado conforme Lei nº 2.850 de 10 de abril de 2006 e decreto nº 3.843 de maio de 2006.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados