Showtec 2016 bate mais um recorde de público


A maior feira de tecnologia do Estado, o Showtec 2016, encerra mais uma edição com recorde de público. Foram 15.832 participantes no total, durante o evento que teve início no dia 20 de janeiro e finalizou nesta sexta-feira (22), na cidade de Maracaju (MS). O evento é o primeiro do calendário anual nacional e trouxe, nessa edição, mais de 500 novas tecnologias.

Para o presidente da Fundação MS, Luis Alberto Moraes Novaes, as expectativas da feira foram superadas. "Conseguimos apresentar o resultado de inúmeras pesquisas desenvolvidas não apenas pela Fundação, mas por instituições como a Embrapa, que agora vão se transformar em dados concretos nas propriedades rurais", disse. 

Palestras, apresentações e demonstrações de tecnologias, inovações e resultados de pesquisa, atividades culturais e prospecção de negócios movimentaram a feira, que trouxe novidades na produção de soja, milho, cana de açúcar, pecuária, apicultura, além de abordar os benefícios da integração lavoura pecuária e floresta. "Nosso objetivo é estimular o produtor rural a pensar em sua propriedade como um negócio. O produtor de hoje precisa ter uma postura empreendedora para superar desafios e atender as demandas de mercado", disse o diretor executivo da Fundação MS, Alex Melotto. 

Com o tema "Tecnologia é o nosso negócio", o Showtec contou, nesta 20ª edição, com 130 estandes. Cada empresa participante contribuiu com produtos inovadores e tecnológicos para agregar valor e aumentar a produtividade no campo. 

A Fundação MS, realizadora do evento, conta, atualmente com mais de 21 mil parcelas de pesquisas, desenvolvidas em 12 unidades distribuídas em todo o Estado. "A cada Showtec, trazemos as tecnologias que testamos e as oferecemos ao produtor rural", complementou Melotto. 

Sobre o Showtec

Destinado aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, o Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do agronegócio brasileiro.

O evento é realizado pela Fundação MS e tem como principais promotores o Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) e conta com o apoio do Sindicato Rural de Maracaju, Prefeitura Municipal de Maracaju, Sebrae/MS (Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena e Micro Empresas), Senar MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul), Embrapa Gado de Corte, Embrapa Agropecuária Oeste, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar, Sicredi e Fundect (Fundação de Apoio do Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul).

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados