Showtec traz liderança e gestão para produtor rural

A liderança nas pequenas atitudes e o planejamento de ações a longo prazo foram tratados nesta quarta-feira (20) durante o Painel: Liderança e gestão para resultados no campo, liderado pelo diretor de Comunicação da Escola Pro-Fissa, Eugênio Do Val, durante o Showtec 2016, em Maracaju. A feira segue até o dia 22.

No debate, Eugênio abordou os participantes sobre as atitudes do homem do campo dentro e fora da propriedade. "É preciso construir uma imagem de valor do produtor diante da sociedade. E isso se faz dentro e fora da porteira. O produtor rural precisa avaliar se está apenas atendendo suas necessidades ou atendendo todas as cadeias de produção ligadas ao seu negócio", disse.


Segundo Eugênio, a baixa percepção de valor que a sociedade tem sobre o agronegócio tem feito com que o produtor se limite na geração de resultados. Muitos ainda se preocupam com a próxima safra, enquanto o ideal seria pensar em sua propriedade nos próximos 10 a 20 anos. "Ele deve avaliar quanto poderá gerar, e, principalmente como estará o negócio dele frente as demandas de mercado, e se ele possui estrutura para que seu negócio continue após esse período", aconselha.

Diferente do que se pensa, a liderança pode ser trabalhada e não necessariamente nascer com a pessoa. É dessa forma que Eugênio chama a atenção para o produtor sobre pequenas atitudes no dia a dia. "Liderança não é algo apenas ligado a grandes cargos. É algo que pode ser desenvolvido".

Eugênio finaliza o painel ressaltando que, embora o Brasil viva mais um ano de crise, o agronegócio deve segurar a economia. "Os resultados do agronegócio ainda são positivos, mas é preciso preparo do produtor e isso só se consegue com liderança e gestão", diz.

Sobre o Showtec
Destinado aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, o Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do agronegócio brasileiro.

O evento é realizado pela Fundação MS e tem como principais promotores o Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) e conta com o apoio do Sindicato Rural de Maracaju, Prefeitura Municipal de Maracaju, Sebrae/MS (Serviço Brasileiro de Apoio a Pequena e Micro Empresas), Senar MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia do Mato Grosso do Sul), Embrapa Gado de Corte, Embrapa Agropecuária Oeste, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar, Sicredi e Fundect (Fundação de Apoio do Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul).

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados