Câmara de Dourados reinicia hoje as sessões

- No último ano da atual legislatura, vereadores retomam trabalho em plenário; campanha contra dengue será tema da Tribuna Livre

Terminou neste domingo, 31 de janeiro, o recesso parlamentar na Câmara Municipal de Dourados e nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, os vereadores já retomam os trabalhos em plenário.
A primeira sessão ordinária deste último ano da atual legislatura tem início marcado para as 18h30 e contará com a presença do secretário municipal de Saúde, Sebastião Nogueira, que usará a Tribuna Livre para explanar a respeito da campanha de combate ao mosquito na dengue na cidade. Antes, haverá bênção ecumênica.


ANO ELEITORAL

O presidente da Câmara, Idenor Machado (DEM), prevê que 2016, apesar de ser um ano em que acontecerão eleições para prefeito, vice e vereadores, será de muito trabalho por parte dos vereadores. "A campanha eleitoral não deverá atrapalhar em nada o trabalho dos vereadores; independente de ele ser ou não candidato a reeleição ou mesmo a prefeito ou a vice", avalia o presidente. "Não se pode misturar as coisas".

Idenor avalia que a demanda de trabalho será ainda maior. "Dourados cresceu muito nos últimos anos e com isso, aumentou significativamente a demanda. São cerca de 200 bairros que precisam da atenção do poder público e a Câmara de Vereadores continuará fazendo a sua parte, no sentido de contribuir com iniciativas, obras e serviços que possam oferecer qualidade de vida aos cidadãos", garante.

"Vamos continuar atentos aos temas que predominam na sociedade e, também, em contato permanente com autoridades, no sentido de dar respostas aos anseios da comunidade", completa o presidente.

BALANÇO

Em 2015, a Câmara de Dourados realizou 43 sessões ordinárias e os vereadores aprovaram 133 
projetos de lei ordinária e 38 de lei complementar; além de 73 projetos de decreto legislativo e dois projetos de emendas à LOM (Lei Orgânica do Município), nove projetos de resolução e dois vetos do executivo. Também produziram 4.097 proposições, sendo 2.813 indicações, 681 requerimentos e 603 moções.  

Durante o ano, ainda foram realizadas sete audiências públicas para debater com a sociedade temas de relevância, de interesse coletivo. "2015 foi um ano bastante positivo para a Câmara de Dourados e 2016 também deverá ser", prevê o presidente Idenor Machado.

Sobre a Tribuna Livre, o presidente considera muito importante a presença do secretário de saúde para discorrer sobre a campanha contra a dengue e enfatizar a necessidade do trabalho preventivo, para se evitar que uma epidemia de dengue se alastre pelo município. "Todos somos responsáveis e devemos estar bem informados a respeito do que se deve fazer para evitar a dengue e, assim, poder repassar às pessoas que não têm muito acesso às informações", diz Idenor.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados