Colaboradores do HU-UFGD se unem no combate ao mosquito Aedes Aegypti



Em consonância com campanha do Governo Federal, iniciada na última sexta-feira (29), o Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) está engajado na batalha contra o mosquito Aedes Aegypti. Até o dia 4 de fevereiro, próxima quinta-feira, um mutirão composto por colaboradores de diversos setores fará uma vistoria completa nas dependências do hospital em busca de áreas de risco e possíveis focos de proliferação do inseto.

O objetivo, além de realizar a limpeza do local de trabalho, é educar os trabalhadores para que se tornem agentes de saúde em suas casas, ruas e bairros, colaborando no combate ao mosquito que pode transmitir zika vírus, dengue e febre chikungunya.


Na sexta-feira, uma comissão multissetorial do HU-UFGD se reuniu para traçar o plano de ação que começou a ser colocado em prática na manhã de hoje (1). Dessa forma, até o final da ação, serão vistoriadas as áreas de cobertura (telhados, calhas, caixas d’água e caixas de ar condicionado), as áreas externas (pátios, depósito de resíduos, área de gazes medicinais, depósito de soluções e arredores dos blocos da Psicologia e da Biblioteca), as áreas internas (assistencial e administrativa, incluindo seus solários), as áreas internas e externas do almoxarifado central e a área do depósito do patrimônio externo.

Cada setor responsável por um dos espaços organizou sua equipe de funcionários de forma a capacitá-los para a identificação e a eliminação das áreas de risco e dos focos, a notificação em página específica da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), o registro das áreas e focos por meio de fotografias e a confecção de relatórios, ao final de cada dia de inspeção. São medidas que visam evitar a reprodução do mosquito transmissor e preservar a saúde dos colaboradores, pacientes, acompanhantes e visitantes.

Além disso, todos os trabalhadores, mesmo os que não compõem as equipes, foram convocados a ajudar e estão orientados a comunicar à Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HU sobre cada possível área de risco ou foco localizados. E para que ninguém se esqueça de colaborar, cartazes estão espalhados por todos os setores do HU-UFGD, assim como são enviados e-mails sobre o tema para as caixas de correio institucionais.

Campanha nacional

Com o tema “Zika Zero”, que já se tornou hashtag nas redes sociais, e a frase “Um mosquito não é mais forte que um país inteiro”, o Governo Federal deu início a uma série de mobilizações contra o Aedes Aegypti e intensificou o diálogo com diferentes setores da sociedade civil, incluindo os gestores de todos os órgãos de sua esfera.

A iniciativa faz parte de uma ação integrada do Governo Federal – desenvolvida pela Presidência da República em parceria com os ministérios do Planejamento e da Saúde – na luta contra o mosquito e tem como finalidade a inspeção de todos os prédios da Administração Pública Federal. Os HUs da rede Ebserh estão incluídos e aderiram totalmente à campanha, que começou dia 29 de janeiro e vai até 4 de fevereiro. A ideia, é que, mesmo após a “semana da faxina”, cada órgão prossiga com as vistorias para evitar a proliferação das larvas do inseto.






Mais fotos em: http://www.ebserh.gov.br/web/hu-ufgd/noticia-aberta/-/asset_publisher/7p06OW26rZdc/content/id/909078/2016-02-colaboradores-do-hu-ufgd-se-unem-no-combate-ao-mosquito-aedes-aegypti








Bianca Cegati Ozuna
Chefe da Unidade de Comunicação
Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD)
(67) 3410-3044


_____________________________________________________________________________________________________________________
Esta mensagem e seus anexos se dirigem exclusivamente ao seu destinatário, pode conter informação privilegiada ou confidencial e é para uso exclusivo da pessoa ou entidade de destino. Se não é vossa senhoria o destinatário indicado, fica notificado de que a leitura, utilização, divulgação e/ou cópia sem autorização pode estar proibida em virtude da legislação vigente. Se recebeu esta mensagem por erro, rogamos-lhe que nos comunique imediatamente por esta mesma via e proceda a sua destruição.

The information contained in this transmission is privileged and confidential information intended only for the use of the individual or entity named above. If the reader of this message is not the intended recipient, you are hereby notified that any dissemination, distribution or copying of this communication is strictly prohibited. If you have received this transmission in error, do not read it. Please immediately reply to the sender that you have received this communication in error and then delete it.

Este mensaje y sus adjuntos se dirigen exclusivamente a su destinatario, puede contener información privilegiada o confidencial y es para uso exclusivo de la persona o entidad de destino. Si no es usted. el destinatario indicado, queda notificado de que la lectura, utilización, divulgación y/o copia sin autorización puede estar prohibida en virtud de la legislación vigente. Si ha recibido este mensaje por error, le rogamos que nos lo comunique inmediatamente por esta misma vía y proceda a su destrucción.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados