Com sorteio de apartamentos prefeitura realiza sonho de mais 512 famílias

- Residencial localizado na região sul de Dourados é muito bem localizado, próximo a escolas, postos de saúde e grandes empresas -

Se apresentarem todas as documentações necessárias para a assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal Tateo Kumagai, Patrícia Souza Victor e Marta da Silva Câmara serão alguns dos 512 moradores, a partir do final deste ano, do Residencial Ildefonso Pedroso, localizado entre o conjunto Harrison de Figueiredo e a Chácaras Cidelis, na região sul de Dourados.
O sorteio dos contemplados e dos reservas foi feito na manhã desta quinta-feira, no auditório da Prefeitura, no CAM (Centro Administrativo Municipal), coordenado por Zelinda Fernandes, diretoria de Habitação da Seplan (Secretaria de Planejamento). Das 512 unidades, 26 estão reservadas para pessoas com deficiência e 77 para idosos. O sorteio é feito de forma separada, mas pessoas com deficiência e idosos concorrem também no geral.

Tateo, de 68 anos de idade, enfim terá a sua casa própria. Morador de Dourados há 30 anos e durante todo esse período trabalhando na lavoura, ele hoje está aposentado e mora com uma irmã. Fez a inscrição no Departamento de Habitação da Prefeitura no ano passado e comemora a sorte. "Eu sonhava um dia ter a minha casa própria; pedi muito a Deus e ele me atendeu. Estou muito feliz", disse.
Patrícia espera pela casa há 10 anos, desde quando foi inscrita no programa. Durante todo esse tempo participou de todos os sorteios. "Eu sempre acreditei e hoje saiu a minha casa", comemora. Patrícia, que chegou a Dourados vindo de São Paulo capital, trabalha como manicure, tem 27 anos, é solteira, tem uma filha e mora de aluguel.
Já Marta, que nasceu em Dourados, também estava muito feliz por ter a sorte de ser contemplada no sorteio. Ela tem 31 anos, três filhas e mora com a mãe. Esperando há 8 anos, ela afirma que a casa própria é tudo. "É um cantinho que terei para mim e minhas filhas", ressalta.
Essas pessoas só estão sendo contempladas para ter a sua casa própria graças a um programa arrojado de habitação implementado pelo prefeito Murilo logo que assumiu a Prefeitura, em fevereiro de 2011. Ele vai encerrar a sua gestão sendo responsável pelo maior programa habitacional da história de Dourados, com 5 mil moradias. É o mesmo número que talvez o prefeito Fernando Haddad consiga entregar em São Paulo, maior cidade do país.
Na segunda-feira o prefeito vistoriou o residencial, que é construído em blocos de dois pisos. São moradias de 42 m². Os prédios estão erguidos e cobertos e a empreiteira já entra na fase de acabamento. O prefeito Murilo pretende entregar as moradias para os comtemplados até o final do ano.
O residencial está localizado numa região de fácil acesso ao centro da cidade, escolas, centro de educação infantil, locais de atendimento à saúde, comércio e empresas grandes geradoras de emprego.
O sorteio foi prestigiado por vereadores. Maurício Lemes disse que o sorteio é uma forma de democratizar o setor da habitação em Dourados. Destacou como avanço o aumento da reserva de vagas para idosos, que passou de 10% para 15%.
Pedro Pepa elogiou a forma transparente como os sorteios e os fatos relativos à habitação são tratados no governo do prefeito Murilo. Já Alberto Alves dos Santos, o Bebeto, lembrou do esforço do prefeito pela habitação. "É o maior programa de habitação do Brasil. Estamos felizes por participar dele", ressaltou.
A participação popular nesse sorteio foi muito maior que nos anteriores. O auditório ficou completamente lotado. Por causa disso a Prefeitura estuda fazer os próximos sorteios no Pavilhão de Eventos Dom Teodardo Leitz, que fica ao lado.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados