Mesmo com a crise, empresas de Dourados continuam contratando


Caiu pela metade o número de vagas de empregos oferecidos pelas empresas de Dourados. Mesmo assim, diante do cenário nacional de estagnação total, o resultado é bom, já que a cidade continua gerando emprego e ganhando novas empresas.
Alguns setores continuam carentes de mão de obra, como o da área metalmecânica. Na Casa do Trabalhador há vagas disponíveis há vários dias para mecânico de manutenção industrial, por exemplo. Sempre tem oferta de emprego também para mecânico de automóveis, eletricistas, entre outros.

Na área de comércio há vagas também para vendas. Nesta semana tem oferta de emprego para representante comercial. Há também constantemente vagas para vendedores e consultores de vendas.
As pessoas podem consultar as vagas na Casa do Trabalhador, que funciona na Avenida Weimar G. Torres, 1.680-B, no centro de Dourados, dentro da Semdes (Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável), com telefone 067 3421 9031. Lá o trabalhador também pode fazer o cadastro para aguardar e consultar vagas.
As empresas interessadas em ofertar vagas também pode procurar a Casa do Trabalhador, que funciona como uma agência pública de apoio ao trabalhador e às empresas e de fomento ao desenvolvimento econômico.
O atendimento na Casa do Trabalhador é feito das 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira. A unidade de Dourados atende também os municípios de Douradina, Itaporã, Fatima do Sul, Jateí, Juti, Caarapó.
Neste ano a cidade deve gerar milhares de vagas devido à  construção, reforma e ampliação das indústrias JBS, BRF e Bunge. Há previsão de que outras indústrias também se instalem em Dourados anda este ano.
O prefeito Murilo continua o trabalho de atração de novos investimentos para a cidade. Juntamente com o governador Reinaldo Azambuja, Murilo discute com empresários incentivos fiscais para garantir a implantação de novas fábricas e ampliação de algumas já instaladas.
PESSOAL COM DEFICIÊNCIA
A Casa do Trabalhador também recebe currículos de pessoas com deficiência para trabalhar na indústria, comércio e serviços. Estão sendo oferecidas neste momento 3 vagas para indústria e comércio.
A inclusão das pessoas com deficiência é garantida pela Lei de Cotas (Lei Federal nº 8.213/91). A Lei obriga as empresas com mais de 100 funcionários a incluírem pessoas com deficiência (PcD) ou beneficiário reabilitado no seu quadro de efetivos.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados