Prefeitura de Caarapó reconstrói ponte destruída pelas chuvas

A pronta resposta dada pela administração municipal de Caarapó diante dos danos provocados pelas chuvas do fim do ano passado e início de 2016 está possibilitando reparos rápidos na zona rural e zona urbana de Caarapó. Quatro frentes de trabalho atuam na recuperação de estradas e pontes, enquanto equipes de trabalho recuperam a pavimentação asfáltica urbana e fazem serviços de manutenção nas vias não pavimentadas.

No município de Caarapó, nove pontes foram danificadas pelas chuvas, sendo oito de responsabilidade da prefeitura. Os serviços de reconstrução já tiveram início. Uma ponte localizada na região da fazenda Santa Helena (Cristalina) já está em fase de conclusão, cujos serviços estão sendo executados em parceria com o dono da propriedade, que cedeu a madeira.


Outra passagem – sobre o córrego Jaguá, na região da fazenda Perpétuo Socorro -, também será reconstruída, mediante parceria com o proprietário de uma fazenda da localidade, segundo informou o prefeito Mário Valério (PR). "Essa soma de esforços entre o Poder Público e a iniciativa privada acelera o processo de recuperação da zona rural", destacou o prefeito.

A recuperação das estradas, pontes e vias urbanas danificadas pelas chuvas na região de Caarapó está ocorrendo com a aplicação de recursos próprios do município e, em algumas situações, em parceria com a iniciativa privada. A Agência de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul) enviou um trator de esteira, que está executando serviços em trechos da MS-280 (Caarapó-Laguna Carapã). A Secretaria Municipal de Obras de Caarapó ainda aguarda outras máquinas e equipamentos do governo do Estado para integrar a força-tarefa que atua na recuperação das estradas vicinais.

Pronta resposta
A administração municipal de Caarapó deu uma rápida resposta diante dos estragos provocados pelas fortes chuvas que atingiram a região no fim de 2015 e início deste ano. Em conjunto com a Defesa Civil do Estado, rapidamente foi feito um levantamento dos danos, cujo resultado foi a decretação da situação de emergência no município, com o consequente reconhecimento pelo governo do Estado e União.

A documentação necessária à viabilização de recursos para recuperação dos danos foi encaminhada aos órgãos competentes. "Resta agora aguardar a liberação de recursos. Enquanto isso, vamos aplicando verba própria, estabelecendo parcerias com os produtores rurais. A nossa prioridade é facilitar o escoamento da produção, cuja safra agrícola começa a ser colhida", observou o prefeito Mário Valério.

Na zona urbana, o prefeito Mário Valério determinou a execução de serviços de recuperação da malha asfáltica, a princípio, através da operação tapa-buracos. As ruas sem pavimento recebem serviços de patrolamento. Os trechos mais críticos estão sendo encascalhados. "Estamos buscando parcerias com o governo do Estado para executarmos obras de recapeamento nos locais onde houver necessidade. Acreditamos na sensibilidade do governador Reinaldo Azambuja, que tem se mostrado receptivo às nossas reivindicações, e certamente teremos uma resposta positiva", destacou Mário Valério.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados