Procon divulga nova pesquisa dos combustíveis

A Prefeitura de Dourados através do setor de fiscalização do Procon (Programa Municipal de Defesa do Consumidor) realizou nesta terça-feira (23) uma pesquisa de preços de combustíveis em 37 estabelecimentos da sede do município e distritos. O levantamento inclui os valores praticados pela gasolina, etanol e diesel, e apontou grande variação de preços entre um estabelecimento e outro.
O menor preço encontrado na gasolina foi de R$ 3,590 e o maior R$ 3,899, a diferença é de 8,6 %. Dessa forma, o valor mais barato chega a ser R$ 0,23 mais barato, do que o preço médio praticado na cidade, que é de R$ 3,824. Conforme a ANP (Agência Nacional do Petróleo), o preço médio da gasolina em Campo Grande é de R$ 3.373 e em Ponta Porã R$ 3.666.
Já no caso do Etanol, a pesquisa do Procon apontou que o menor preço praticado é de R$ 2,890 e a variação no comparativo com o valor mais alto encontrado é de 12,5%. O preço médio do etanol apontado por esta pesquisa foi de R$ 3.125. Conforme a ANP, em Campo Grande o valor médio praticado por este combustível é de R$ 2,846 e em Ponta Porã é R$ 3,033.
Ainda de acordo com a pesquisa do Procon, o menor preço praticado pelo Diesel comum é de R$3,190, sendo que a variação entre este e o maior preço chega a 9,1%. Já com relação ao Diesel S 10, o menor preço é R$ 3,290 e se comparado ao maior a diferença é de 8,2%.
O Procon informa que os consumidores podem exigir a análise do combustível para descobrir o teor de álcool presente na gasolina, teste esse que deve ser feito pelo próprio funcionário do posto de combustível na frente do consumidor. Além disso, o órgão ressalta a importância de pesquisar antes de comprar.
Qualquer dúvida ou reclamação ligue para o Procon através do 151 ou 3411-7754.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados