Educação Física e Nutrição da UNIGRAN realizam ação social na Vila Cachoeirinha

O UNIGRAN vai à Comunidade desse último final de semana garantiu muitas atividades na Escola Municipal Arthur Campos Mello, na Vila Cachoeirinha. Acadêmicos e professores de Educação Física e Nutrição fizeram atendimentos e orientações aos adultos, além de proporcionar diferentes brincadeiras para as crianças.
A cada edição, o projeto de extensão conta com ações de diferentes cursos da Instituição. Carlos Muchão Castilho, coordenador de Educação Física e do projeto, afirma que “nas oportunidades, contamos com outros cursos da além da Educação Física, levando os serviços da UNIGRAN para a comunidade, nas mais diversas áreas”.
Como o evento existe desde 1997, o professor garante que há 19 anos, o projeto já percorreu em todos os bairros da cidade. “Na Escola Arthur Campos Mello já viemos outras vezes, é uma receptividade muito boa e a participação do público muito legal”, menciona.
Dentre as atividades, as crianças contaram com distribuição de algodão doce, cama elástica, slike line, ginástica olímpica, badminton, basquete, futebol, carrinhos de rolimã, pintura facial, jogos de mesa, balões e tênis de mesa. Já para toda a comunidade teve aferição de pressão arterial, orientação para diarreia e constipação, conservação e aproveitamento integral dos alimentos, orientações sobre a dengue e avaliação antropométrica.

O curso de Nutrição ainda apresentou formas de aproveitar os alimentos, como o bolo de feijão com cobertura de chocolate e bolo de beterraba. A coordenadora de estágio, Thalyta Muniz Lemes, destaca que “é importante mostrarmos que há outras formas de consumir os alimentos, podemos aproveitá-los de diversas maneiras. Essa ação ainda proporciona ao nosso acadêmico estar mais próximo da comunidade, uma oportunidade de passar o conhecimento que ele vem aprendendo na formação profissional”.
Cristiano Alves Espíndola, 29, é morador do bairro e participou das atividades. Para ele, “essa ação é muito boa, principalmente para as crianças, que são ensinadas bastante e não ficam na rua. Eu fiz a avaliação e elas [estudantes de Nutrição] falaram que o peso tá bom, adequado para minha altura, sinal que minha alimentação tá boa [risos]”.

 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados