Integração Lavoura Pecuária será tema abordado pela Fundação MS na Dinapec 2016


Durante a Dinapec 2016, de 9 a 11 de março, a Fundação MS apresenta os primeiros resultados dos experimentos realizados em parceria com a Embrapa. No ano passado, as duas entidades firmaram um convênio de cooperação técnica, que resultou na instalação de uma unidade de pesquisa, validação e transferência de tecnologias em sistemas de produção  integrados na área da Embrapa em Campo Grande. Serão apresentadas tecnologias para expansão da agricultura no Mato Grosso do Sul e integração Lavoura-Pecuária para reforma de pastagens.
Conforme do diretor-executivo da Fundação MS, Alex Melotto Mato Grosso do Sul possui um grande potencial para a expansão da agropecuária, principalmente por meio dos sistemas integrados. "Isso possibilita diversificação econômica nas propriedades, aumento da renda e fixação do homem no campo, além da otimização dos recursos como fertilizantes e combustíveis e preservação dos recursos naturais existentes. Essas ferramentas reduzem, ainda, o custo da reforma ou renovação do pasto", afirma.


Para mostrar com mais profundidade de que forma a agricultura pode se expandir, serão demonstrados trabalhos de correção de calcário e fósforo para conversão de áreas de pastagem, manejo de doenças da soja em áreas de integração Lavoura Pecuária, além de um campo demonstrativo de cultivares de soja para abertura de áreas.

O pesquisador de fitotecnia soja da Fundação MS, Carlos Pitol, afirma que o público poderá ter acesso a variedades de soja convencional e geneticamente modificadas. "Vamos mostrar o potencial produtivo para a região, se são resistentes a doenças e pragas, bem como época de semeadura, entre outros fatores que devem ser analisados antes de se fazer uma escolha no campo", reitera.

Práticas de Integração Lavoura Pecuária para reforma de pastagens, consórcios utilizados, além de seus aspectos operacionais e produtivos também serão apresentados e debatidos. A prática tem obtido bons resultados e seu uso tem contribuído significativamente com o aumento de sua adoção em Mato Grosso do Sul.

A Dinapec 2016 tem a participação das Unidades da Embrapa - Agropecuária Oeste, Pantanal, Florestas, Pecuária Sudeste, Rondônia, Caprinos e Ovinos, Agroindústria de Alimentos, Gado de Leite e Gado de Corte, com parceria da Fundação MS, Unipasto, Iagro/MS, Famasul e Sistema S (Sesc, Sebrae e Senar).

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados