Pedra fundamental da Ceasa de Dourados será lançada em breve


Durante reunião esta semana entre o prefeito Murilo e o chefe geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Asmus, em que definiram parcerias para a realização da Tecnofam 2016, outro assunto discutido foi a Ceasa de Dourados.
O projeto avança e o secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Lamas, o diretor presidente da Aglaer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini, e o prefeito devem fazer em breve o lançamento da pedra fundamental das obras, no terreno doado pela Prefeitura.

A implantação da Ceasa em Dourados começou a ser discutida em meados do ano passado e o projeto caminha a passos largos. A proposta é que atenda pequenos produtores de 40 municípios da região.
No início deste ano o prefeito Murilo fez a doação da área de 41.229,40 m² (4,12 hectares), localizada estrategicamente na BR-163, ao lado da BR-376, e no início do anel viário norte. O investimento inicial da Prefeitura na central é R$ 742.129,20.
A Ceasa ficará muito bem localizada, facilitando o acesso dos pequenos produtores para descarga e dos caminhões que transportarão o produto para os centros consumidores. A própria cidade de Dourados deve consumir grande parte dessa produção.
A BR-163 é o principal corredor rodoviário do Brasil, cortando o país de norte a sul. A BR-376 dá acesso ao leste, São Paulo e Paraná e o anel viário permite acesso à região oeste do Estado e ao Paraguai.
Murilo, Guilherme, o chefe adjunto de Transferência de Tecnologia, Auro Akio Otsubo, e o secretário municipal de Agricultura Familiar e Economia Solidária, Landmark Ferreira Rios, falaram da importância da Ceasa para estimular a produção de hortifrutigranjeiros em Dourados.
Dourados é o principal polo de produção agrícola do Estado, inclusive da agricultura familiar. Ao redor de Dourados estão pelo menos 40 municípios cuja maior parte da ocupação é por pequenas propriedades. Milhares de pequenos produtores poderão colocar seus produtos no mercado pela Ceasa de Dourados.
Só no município de Dourados são centenas de pequenos produtores que terão um mercado próximo garantido para a produção. Isso representa mais emprego e geração de renda no campo.
Agora, o Estado prepara o projeto técnico e busca os recursos para a edificação das obras. A meta é inicia-las ainda este ano.
Enquanto isso, a Aglaer e a Prefeitura de Dourados, com apoio da Embrapa, já preparam um conjunto de ações de incentivo ao pequeno produtor para aumentar a produção na região.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados