Professores da Reme de Caarapó recebem salários acima do piso nacional


Em 2010, município ocupava o 58° lugar no ranking estadual de salários da Fetems entre todos os municípios do Estado; com o reajuste dado pelo prefeito Mário Valério, Caarapó passa a ocupar a 13ª posição

(CAARAPÓ) - O índice de 12% de reajuste salarial proposto pelo prefeito Mário Valério (PR) aos servidores públicos municipais de Caarapó – incluindo o Magistério –, com apoio da Câmara de Vereadores, vai elevar os salários dos professores da Rede Municipal de Ensino a patamares acima do Piso Nacional. Conforme a lei, o menor salário de um professor deve ser de R$ 2.135,64. Com o reajuste, o piso salarial do grupo do Magistério municipal de Caarapó vai a R$ 2.406,90, conforme projeto de lei com os novos valores em tramitação no Poder Legislativo local.


Conforme o presidente do Simted, Apolinário Candado, os valores de reajuste propostos são resultado de diálogo entre o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Caarapó (Simted) e o prefeito Mário Valério. O índice foi debatido com a classe do magistério, sendo aprovado pela categoria. O dirigente sindical considera que outro grande avanço nas negociações deste ano foi a conquista da isonomia salarial das monitoras da Educação Infantil com o cargo de ADI (Auxiliar de Desenvolvimento Infantil), "uma luta histórica dessas servidoras junto com o Sindicato e que finalmente teve um desfecho satisfatório para todos".
   
Dados da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), de 15 de Março deste ano, revelam que, com o reajuste, Caarapó passa a pagar o 13º melhor salário de professor do Estado de Mato Grosso do Sul, dentre os 79 municípios. Em 2010, era apenas o 58°. "As negociações deste ano foram muito positivas, visto que nenhuma prefeitura do Estado que já pagava o piso dos professores acima do valor estipulado pelo Ministério da Educação (MEC) deu um reajuste acima de 11,36%, enquanto Caarapó chegou a 12%", ressalta Candado.

O Simted elenca outros avanços conquistados pelo magistério municipal caarapoense, com destaque para o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação Básica da Rede Municipal, de iniciativa do prefeito Mário Valério, intensamente debatido com a categoria, que também tramita no Poder Legislativo local. "É um grande anseio da categoria, pois cria o quadro de funcionários da educação municipal, definindo que quem trabalha na escola ou centro de educação infantil passa a ser definido como um profissional da educação e, assim, passa a ser tratado numa só carreira", explica Apolinário Candado, acrescentando que "junta-se a isso a conquista da isonomia salarial das monitoras da educação infantil e a tramitação do projeto de lei do Plano de Cargos e Carreiras na Câmara Municipal, a ser votado no corrente ano. Sentimos que caminhamos gradativamente para uma política de valorização dos profissionais da educação municipal".

Para o presidente do Simted, "tudo isso só é possível por causa da organização e mobilização dos trabalhadores por meio do Sindicato forte e representativo e também a percepção e sensibilidade do prefeito Mário Valério, da secretária municipal de Educação, Ieda Maria Marran, e membros da equipe do governo municipal, comprometidos com o resgate da valorização dos profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino".



--
     Dilermano Alves   Jornalista - DRT 625/MS
   Especialista em Comunicação & Marketing
   Pós-graduando em Gestão Pública - UCDB
   (67) 9617-3633 - 8123-0355
   

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados