Mutirão de combate ao Aedes aegypti da Caravana da Saúde atingiu 8 mil imóveis



O mutirão de combate ao Aedes aegypti, transmissor dengue, chikungunya e zika realizou na quinta-feira, 14, durante a Caravana da Saúde em Dourados, oito mil visitas domiciliares no Grande Água Boa.
A força tarefa de combate ao mosquito mobilizou pelo menos 700 pessoas entre agentes de endemias, agentes comunitários, trabalhadores do setor de serviços gerais da Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos), além de soldados do Exército e profissionais da saúde de outros setores. O mutirão também contou com a parceria da Polícia Militar, Corpo de Bombeiro, Guarda Municipal.

Além das visitas educativas, os agentes de endemias também localizaram 45 focos do mosquito e eliminados com larvicida. Também foi feito a eliminação do mosquito adulto com fumacê e limpeza e roçadas em terrenos baldios.
O prefeito Murilo ao discursar na largada dos trabalhos da Caravana da Saúde, no Complexo Esportivo, Cultural e de Lazer Jorge Antônio Salomão, o "Jorjão", destacou a importância da parceria com o Governo do Estado no atendimento à saúde em Dourados e chamou atenção da população para que persista nos cuidados para que Dourados vença as doenças causadas pelo mosquito, combatendo a sua proliferação.
Os secretários de Saúde do Estado, Nelson Tavares, o vice-prefeito Odilon Azambuja e o secretário municipal de Saúde de Dourados, Sebastião Nogueira, percorreram vários imóveis no Grande Água Boa durante o mutirão.
O secretário Sebastião Nogueira lembrou que a prefeitura de Dourados vem realizando mutirões para combater os focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika desde janeiro, dentro do Plano de Contingência, determinado pelo prefeito Murilo.
Foram vistoriados até agora mais de 130 mil imóveis. A cidade tem 107.464 imóveis, mas alguns foram vistoriados mais de uma vez, superando as expectativas.
"Com esse trabalho, a cidade está conseguindo um bom resultado, reduzindo os focos e consequentemente, os mosquitos, mas cada morador deve continuar fazendo a sua parte, realizando diariamente limpeza", destaca, Sebastião Nogueira.

LIRA
Na próxima semana a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, através do CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) vai realizar o LIRAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti).
Segundo a coordenadora do CCZ, Rosana Alexandre da Silva, o trabalho é realizado por determinação do Ministério da Saúde ao inicio de cada ciclo de visita domiciliar (a cada dois meses), totalizando seis LIRAa ao ano.
Através de um programa fornecido pelo Governo Federal, é sorteado os quarteirões a serem trabalhados, e dentro destes quarteirões trabalha-se a primeira e quinta casa deste quarteirão.
O objetivo principal do LIRAa, é ter um levantamento rápido, em apenas uma semana , do índice de infestação do Aedes aegypti em Dourados, para que a partir deste, possa direcionar os trabalhos dos próximos dias.

Foto: A. Frota

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados