Prefeito de Caarapó é condenado pelo Tribunal de Contas/MS a devolver mais de R$ 34 mil aos cofres do município.


O prefeito de Caarapó, Mário Valério (PR), foi condenado no último dia 4, a devolver o valor de R$ 34.133,70, ao município de Caarapó. Além desse montante, o mandatário caarapoense terá que pagar ainda uma multa de 50 Uferms.

Conforme matéria publicada no portal Campo Grande News, no dia 5 deste mês, a decisão foi tomada no dia anterior, pelo TCE/MS, com base na inspeção ordinária 065, de 2012, na qual o conselheiro Jerson Domingos deu parecer pela condenação a Mário Valério, que na oportunidade exercia o cargo de presidente da Câmara de Vereadores do município entre os meses de janeiro a dezembro de 2011.

A referida punição está relacionada a "despesas estranhas", principalmente remunerações acima dos limites legais e diárias consideradas irregulares.

De acordo com o relatório de Jerson Domingos, foram detectadas na Câmara de Caarapó, remuneração mensal de Mário Valério e outros colegas acima dos limites estabelecidos pela

Constituição Federal, ausência de controle interno e diárias pagas a agentes políticos contrariando as normas de auditoria aplicada ao setor público, "infrações estas às normas constitucionais e legais", segundo a assessoria do TCE.

Do total do valor que o atual prefeito Mário Valério terá que devolver, tem R$ 2.710,00 que são referentes ao pagamento indevido de "despesas estranhas", e R$ 31.423,70 referente ao pagamento a maior de subsídios.

A punição foi aprovada pelos conselheiros durante a sessão do Pleno.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados