Tocha Olímpica será conduzida por dois representantes da UEMS


André Lima e Amélia Almeida
O Brasil sediará os jogos Olímpicos, de 05 a 21 de agosto, mas até esta data a Tocha Olímpica continua a viajar por todos os estados brasileiros e passará pelo Mato Grosso do Sul nos dias 25, 26 e 27 deste mês. A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) será representada por dois condutores, André Luís da Silva Lima e Amélia Leite de Almeida, que terão a oportunidade de participar do revezamento.
André Luís da Silva Lima, de 24 anos, que mora em Campo Grande, e se formou na UEMS no final do ano passado, na licenciatura em Geografia. Hoje atua como professor de uma escola particular na Capital. Para conduzir a Tocha, ele participou de uma promoção da Coca Cola, em que teria que contar uma história relacionada aos jogos olímpicos.
André Luís, que participa de corridas de rua desde 2009, se lembrou de um episódio vivido na Volta das Nações em que participou em 2013. Segundo ele, desde que começou a correr carrega uma pequena bandeira do Brasil, em homenagem a Van­derlei Cordeiro de Lima, atleta brasileiro que na maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas (2004) liderava a prova até o quilômetro 36, quando foi agarrado por um ex-padre irlandês. Vanderlei contou com a ajuda de um espectador grego para se livrar do agressor e concluir a corrida. Não em primeiro, mas em terceiro. Na finalização da corrida Vanderlei levava a bandeira brasileira.

Inspirado pela história, em 2013, André Lima participou da Volta das Nações levando a bandeira brasileira, mas nesta edição algo diferente aconteceu, pois o padrinho da corrida era Van­derlei Cordeiro. André não ficou entre os primeiros, mas ficou atento a outra oportunidade, pois na cerimônia de premiação Vanderlei Cordeiro de Lima estava sem sua bandeira e pediu uma emprestada. Mais que rápido, André jogou a sua, “ele ficou a bandeira o tempo todo e depois me devolveu autografada, guardo ela com carinho”, contou o egresso da UEMS.
Bandeira autografada por Vanderlei Cordeiro de Lima
Sobre a oportunidade de conduzir a tocha, ele disse se sentir presenteado, “pois é um presente no mês do meu aniversário. Sou de Campo Grande, mas vou conduzi-la em Rio Brilhante no dia 26 de junho. É uma alegria também poder presentar a UEMS. Fui acadêmico por quatro anos e participei de muitos movimentos em defesa da Universidade e do fortalecimento da Unidade Campo Grande”, enfatizou.
A outra selecionada é a servidora aposentada da UEMS, Amélia Leite de Almeida, de 64 anos, que atuou na Universidade como técnica administrativa de 1998 a 2010, na implantação e chefia da Divisão de Inclusão e Diversidade.
Ela foi indicada pelo Bradesco, por meio de amigos que a inscreveram e contaram sua história de atuação em trabalhos voluntários. Amélia é uma ativa participante em trabalhos de educação especial com pessoas com deficiência, e atualmente com idosos e na Toca de Assis, em Dourados.
Amélia sempre fez atividades físicas, mas só começou a correr efetivamente após se aposentar. Hoje ela já corre meias maratonas (21 km), em 1h30, e se prepara para maratonas, com duração de cerca de 4h. Ela treina com vários grupos de Dourados, participa de atividades de Ioga e pilates, servindo inclusive como exemplo para jovens atletas.
“Fiquei muito feliz pelo reconhecimento do trabalho. Também poderei representar a UEMS, pois por onde passamos fazemos história e sempre estive ligada à educação pública, seja como estudante da educação básica ao doutorado, como professora no ensino fundamental e como servidora na UEMS. Além de ser uma oportunidade única, pois nunca imaginei que fosse carregar a tocha olímpica. Entre 12 mil pessoas eu fui escolhida e o mais gostoso é que não fui eu que fiz a inscrição, foi um grupo de corredores amigos meus”, ressaltou.
Amélia durante treinamento

Tocha Olímpica
A Chama Olímpica é um importante símbolo dos Jogos. Representa a paz, a união e a amizade. A tocha, por sua vez, é usada para passar a chama de um condutor para o outro durante o revezamento até o acendimento da pira na cerimônia de abertura.
Entre os principais atributos de inovação da Tocha Rio 2016, estão os segmentos que se abrem, revelando elementos da brasilidade: diversidade harmônica, energia contagiante e natureza exuberante.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados