Campanha para doação de sangue continua até o final de fevereiro

Quem ainda quer doar sangue ou fazer o cadastro para ser um doador de medula óssea ainda tem o mês de fevereiro para participar da Campanha promovida pela UFGD em parceria com o Hemocentro de Dourados. 
Aproximadamente 50 estudantes participaram da ação nesta semana aproveitando o ônibus que a Universidade disponibilizou para levar os acadêmicos até o local. Calouros e veteranos estiveram presentes fazendo as doações para o estoque do Hospital Universitário de Dourados.

Iriadne Albuquerque, estudante do curso de Zootecnia, fez o cadastro para o REDOME (Rede Nacional de Doadores de Medula Óssea) e disse que a ação é de suma importância. "Apenas com esse gesto podemos salvar a vida das pessoas. Mesmo que seja difícil encontrar um doador compatível, quanto mais pessoas puderem se cadastrar melhor e maior a chance", disse.

Todos os anos, a UFGD promove campanhas específicas para contribuir com o aumento do estoque de sangue do Hemocentro. O ato deste mês é pela baixa ida de doadores ao local por conta do feriado de Carnaval.  A assistente social do Hemocentro, Rosa Fernandes, destaca que a parceria com a Universidade é importante porque o jovem sempre é exemplo para as outras pessoas, seja para amigos ou para a própria família.

O veterano do curso de Engenharia de Produção, Antonio Longui Neto, disse que se sentiu gratificado por ter ajudado com a doação. Ele também fez o cadastro para o REDOME. "É um ato extremamente importante, você salva vidas. Uma doação de sangue que você faz pode salvar até quatro vidas que precisam. O processo é rápido e não dói", enfatizou.

A Campanha de doação foi uma iniciativa da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis - PROAE/UFGD juntamente com a Unidade de Suporte à Urgência - USU/UFGD. Toda a comunidade acadêmica foi convidada a participar.

Entre as recomendações exigidas para a doação de sangue é a não ingestão de bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes; não fumar uma hora antes e uma hora após; não ter feito tatuagens ou ter colocado piercings há pelo menos 1 ano e pesar mais de 55 quilos.

O Hemocentro de Dourados recebe doadores de segunda a sexta-feira das 7h às 12h. Para doar é necessário levar um documento pessoal com foto e o Cartão SUS. Já para o cadastro de doação de medula óssea é preciso também levar o CPF.

Outras informações pelo telefone: 3424-0400 / 3424-4192 ou pelo e-mail: hemocentrodourados@hemosul.ms.gov.br

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados