Entidades de MS recebem cadeiras de rodas doadas por colaboradores da CCR MSVia

Os colaboradores da CCR MSVia concluíram nesta terça-feira (14) a entrega das 10 cadeiras de rodas para entidades assistenciais de Mato Grosso do Sul. As cadeiras foram compradas pelas equipes da Concessionária com o dinheiro obtido pela Campanha de Voluntariado Lacre Solidário, que recolheu lacres de latas de refrigerantes e cervejas e também obteve doações em dinheiro dentro da empresa.
Segundo Cristiana Hollanda, responsável pela Campanha e Ouvidora da CCR MSVia, a ação conseguiu coletar 80 quilos de lacres, o equivalente a 140 garrafas PET cheias, quantidade suficiente para a compra de uma cadeira. O sucesso da iniciativa incentivou as doações em dinheiro.
 Seis cadeiras de rodas foram entregues em Campo Grande ao Recanto São João Bosco, entidade fundada em 1923 e que atende a cerca de 80 idosos de ambos os sexos, dos quais 40 necessitam de cadeiras de rodas.

Em Rio Verde de Mato Grosso foram entregues duas cadeiras de rodas para a Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) Aurora Borges, que funciona desde 1998 e abriga 22 pessoas com mais de 60 anos de idade, das quais quatro são cadeirantes.

Em Naviraí, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) recebeu outras duas cadeiras de rodas. A entidade fundada em 1977 atende a 135 alunos e tem por objetivo oferecer apoio educacional à pessoa com deficiência intelectual e múltipla.


Campanha continua
Segundo Cristiana Hollanda, a campanha de coleta de lacres solidários dos colaboradores da CCR MSVia continua. Os interessados em contribuir podem obter mais informações diretamente na Ouvidoria da empresa, que atende pelo telefone (67) 3357-9184, ou pelo Disque CCR MSVia, através do 0800 6480163.

Os usuários da BR-163/MS também podem doar lacres de latinhas nas Bases Operacionais do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), e nas praças de pedágio localizadas ao longo da BR-163/MS.

"Quanto mais lacres conseguirmos coletar, mais cadeiras vamos poder comprar e doar para quem precisa", diz a Ouvidora. "Além de contribuir para minimizar as dificuldades de quem precisa de cadeira de rodas, estaremos contribuindo com o Meio Ambiente, pois a reciclagem favorece o reaproveitamento de matéria-prima".

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados