Agetran propõe ação integrada para manter estatísticas sobre o trânsito

Reunir o maior número possível de informações relativas às ocorrências de trânsito em Dourados para, a partir desses dados, decidir onde investir para diminuir os acidentes e melhorar o tráfego na cidade. Esta é a intenção da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), que está ativando o setor de Educação e Estatística, já com a proposta de desenvolver um trabalho de maneira integrada com outros órgãos e instituições do setor.
Para isso, deve ser criado um grupo de trabalho integrado por representantes da Agetran, Detran, polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Samu, Sest/Senat, hospitais e outros.
Reunião com as presenças de representantes dessas instituições, mais o Ministério Público, aconteceu na manhã desta terça (7), quando foram discutidos vários aspectos que possam contribuir para um trabalho de forma integrada, que reúna informações como locais, dias e horários de maior incidência de acidentes, perfil dos envolvidos, entre outros.

"A partir dessa estatística será possível planejarmos ações mais eficazes para prevenir acidentes no nosso trânsito", explica Carlos Fábio Selhorst dos Santos, diretor-presidente da Agetran, lembrando que é determinação da prefeita Délia Razuk a adoção de medidas para que Dourados tenha um trânsito mais humano, em que a vida seja prioridade.
"A estatística é ferramenta essencial para as ações voltadas ao ordenamento do trânsito, pois é ela que vai apontar os cruzamentos mais perigosos, as causas principais dos acidentes, enfim, onde devemos investir para reduzir as ocorrências", diz o diretor.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados