Délia quer a unidade móvel de Barretos também nos distritos

- Na manhã desta quinta-feira a prefeita realizou exame e conversou com a coordenação do atendimento em Dourados -

A prefeita de Dourados, Délia Razuk, participou na manhã desta quinta-feira (2) do atendimento da Unidade Móvel do Hospital do Câncer de Barretos, na Praça Antônio João. Depois de realizar exame, a prefeita falou com as mulheres contempladas com o atendimento e solicitou que os serviços fossem estendidos à população dos distritos.
A prefeita conversou com Paula Leite, coordenadora do  programa em Dourados, e solicitou a ampliação da abrangência do atendimento, de modo que as mulheres dos distritos sejam contempladas. A solicitação foi encaminhada para a coordenadoria do Hospital de Barretos em Mato Grosso do Sul buscando a programação de uma data para que este atendimento ocorra.

"É importante que toda mulher cuide da saúde e a carreta do Hospital de Barretos é parte de um trabalho tão importante. Por isso, mulheres, venham conhecer este trabalho. Quero aproveitar para parabenizar todas as mulheres pelo nosso mês", disse a prefeita Délia.
Na próxima semana, será divulgado cronograma para que as mulheres do comércio e que trabalham no centro da cidade tenham acesso ao atendimento. Segundo a coordenação, a quantidade de atendimentos disponíveis dependerá das ausências nos exames programados.
Conforme divulgado pela Secretaria de Saúde, serão atendidas com prioridade as mulheres cadastradas nas unidades de saúde de Dourados. A meta é atender 450 usuárias com exame de mamografia e outras 100 com preventivo. O atendimento iniciado esta semana ocorre até o próximo dia 15 de março, no horário das 7 às 17h.
As pessoas que não se cadastraram previamente podem procurar os postos de saúde de seus bairros e se inscreverem para futuro atendimento.

Atendimento
Para realizar os exames de mamografia as mulheres previamente cadastradas devem ter entre 40 a 69 anos de idade, não estar grávida nem amamentando, ter realizado o último há, pelo menos, mais de 1 ano, e evitar produtos cosméticos, como talco ou hidratantes, no dia do exame. As mulheres que já realizaram exames na Carreta devem ter, no mínimo, dois anos da última mamografia, para se submeterem ao novo exame.
Já para o preventivo, a idade mínima é de 25 e a máxima de 65 anos; as inscritas não devem ter tido relação sexual nos dois dias anteriores às datas dos exames; não estar gestante; não ter feito uso de nenhum tipo de pomada ginecológica dois dias antes do exame; e, na suspeita de gravidez e menstruação atrasada, abster-se de realizar o exame. A mulher não pode estar menstruada no dia desse procedimento.
Todas as mulheres previamente cadastradas nas unidades de saúde devem apresentar documentos pessoais de identificação (RG, CPF, Cartão SUS e um comprovante de residência) no dia do exame. As unidades estão comunicando as pacientes das datas designadas para os exames, de acordo com a ordem do cadastramento.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados