Mulheres terão novo hospital para atender a Grande Dourados

No Dia Internacional da Mulher, deputado federal anuncia novas
 obras na  saúde e segurança para o segmento feminino.

Mais do que palavras, o mantado do deputado federal Geraldo Resende homenageia as mulheres com trabalho que garante mais saúde e segurança para o público feminino. Neste sentido, o parlamentar anuncia a conquista de investimentos importantes para um novo hospital: o Instituto da Mulher e da Criança (IMC), cujas obras deverão começar ainda esse ano. Com estrutura especializada, a obra será construída em anexo ao Hospital Universitário e está orçada em R$ 35 milhões.
A nova unidade materno-infantil terá um edifício com 8,7 mil metros quadrados construídos, com subsolo e mais quatro pavimentos com consultórios de ginecologia e obstetrícia, banco de leite, consultórios de pediatria, Pronto Atendimento Pediátrico (PAP) e salas das residências.
O hospital deverá entrar em funcionamento em duas etapas. Na primeira, com o serviço de obstetrícia. As instalações terão 35 leitos de internação, Centro de Parto Normal com cinco quartos PPP (Pré-parto, Parto e Pós-parto), Pronto Atendimento Obstétrico com três consultórios e cinco leitos de observação, e Centro Obstétrico com quatro salas cirúrgicas e cinco leitos de RPA (Recuperação Pós-Anestésica).


Para a segunda etapa está prevista a implantação do Serviço de Neonatologia/Pediatria (Cuidados Intensivos), com 20 leitos de UTIN (Unidade de Terapia Intensiva Neonatal), 30 leitos de UCINCo (Unidade de Cuidados Intermediários Convencional), dez leitos de UCINCa (UCI Canguru) e 20 leitos de UTIP (UTI Pediátrica). A previsão é de que a obra seja inaugurada em 2019.

Geraldo conseguiu viabilizar em 2009, R$ 12,9 milhões para a construção do Instituto da Mulher e da Criança, mas a reitoria passada da UFGD perdeu os investimentos sendo obrigada a devolver porque não concluiu etapas importantes burocráticas. Com a perda desses recursos, Geraldo mobilizou toda a bancada federal visando à retomada do projeto.

Assim, o IMC também vai receber emendas de Geraldo Resende R$ 3 milhões, além dos deputados Carlos Marun e Tereza Cristina. Cada um apresentou R$ 1 milhão. O deputado Henrique Mandetta indicou mais R$ 750 mil. Os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet apresentaram R$ 1 milhão cada. Esses investimentos totalizam R$ 7,75 milhões. Além disso, foi apresentada uma emenda coletiva no valor R$ 9,1 milhões.

Clínica da Mulher

Outra ação fundamental para as pacientes da Grande Dourados é a Clínica da Mulher, unidade que tem como objetivo propiciar atendimento integral à saúde da mulher. A estrutura foi construída ao lado do antigo Centro Social Urbano (CSU), no Jardim Água Boa, como resultado da destinação de recursos do deputado Geraldo Resende.
Além da construção, Geraldo garantiu valores, que somados à contrapartida do Município, possibilitaram a aquisição de equipamentos como mamógrafo, ultrassom e outros. A unidade tem consultórios para ultra-sonografia, salas para densitometria óssea, cardiotocografia e mamografia, entre outros exames que são fundamentais para a detecção e prevenção de doenças como câncer de mama e de colo de útero.

Delegacia da Mulher

Outra ação de Geraldo Resende, voltada à segurança das mulheres, é a construção da Delegacia de Defesa da Mulher com plantão 24h, em área no Jardim Água Boa. As obras estão em estágio avançado e acontecem numa parceria entre o parlamentar, que viabilizou R$ 800 mil e o governo do Estado.  O serviço será inaugurado nos próximos meses.

Anexo ao futuro Hospital Regional, o governo do Estado construirá duas novas unidades de saúde em Dourados: a Central de Imagens (exames) e o Centro de Especialidades Médicas. Conforme Geraldo, ao todo as obras vão custar R$ 6,9 milhões. Parte desses investimentos, R$ 3,39 milhões, foi empenhada (garantida) em dezembro de 2015, há mais de um ano; e a segunda, de R$ 3,5 milhões, oriunda do Orçamento Geral da União de 2016, foi empenhada em julho de 2016. Ambos os valores são emendas individuais de Geraldo Resende.

Central de Exames e Especialidades

O Centro de Diagnóstico será um amplo serviço que terá equipamentos de última geração para realização de modernos exames como tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, ultrassonografia com dopplervelocimetria, endoscopia e colonoscopia, raios-x digital, eletroencefalograma, eletrocardiograma, densitometria óssea, laboratório de análises clínicas, teste ergométrico, holter 24 horas e eletroneuromiograma, entre outros.

O Centro de Especialidades Médicas disponibilizará tratamentos nas áreas de angiologia, cardiologia, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ortopedia, nefrologia, neurologia, proctologia, geriatria, reumatologia e urologia, nutrição, fonoaudiologia e psicologia.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados