Saúde define mutirões para conter infestações pelo Aedes

A Secretaria municipal de Saúde está realizando, desde sábado (11) passado, até neste sábado (18), uma campanha intensiva de combate à incidência do mosquito Aedes aegypti, visando eliminar focos já detectados e a formação de possíveis criadores do transmissor de zoonoses como a dengue, febre chikungunya, o vírus zika e a leishmaniose.
A ação acontece após a apuração do último resultado do LIRAa (Levantamento do Índice Rápido para Aedes aegypti) realizado entre os dias 6 e 10 deste mês em oito áreas estratégicas da cidade. Em 3402 imóveis visitados, foram encontrados 38 focos e, desse total, 35 focos positivos.
De acordo com a coordenadora do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) em Dourados, Rosana Alexandre da Silva, essas ações, envolvendo as equipes de trabalho do Centro e das comunidades diretamente ligadas ao levantamento estratificado, visam sensibilizar e conscientizar a população da importância do comprometimento das pessoas em manter limpos os imóveis, evitando a formação de depósitos propícios à proliferação do mosquito.
Nessa campanha, são distribuídos panfletos de orientação, informando os serviços prestados pelo CCZ e esclarecendo como a população pode participar desse mutirão. Imóveis em situação crítica são enquadrados na Lei municipal 3965, de 11 de fevereiro de 2016, a Lei da Dengue, que reprime excessos e abusos.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados