UFGD vai oferecer curso voltado para ensino de surdos

Interessados devem se inscrever no Enem até esta sexta-feira, dia 19

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) em breve será polo do curso semipresencial de graduação em Pedagogia Bilíngue, em Língua Brasileira e Língua Brasileira de Sinais (Libras).
A comunidade surda da região da Grande Dourados é um dos principais grupos para os quais este curso se dirige. Pensando nisso, a UFGD está divulgando que os interessados em cursar Pedagogia Bilíngue devem se inscrever para prestar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que está com inscrições abertas até o dia 19 de maio (sexta-feira). A edição deste ano tem como diferencial a aplicação da prova também em Libras.

Os interessados em saber mais sobre o curso e sobre a prova do Enem em Libras, podem acessar o site do INES (www.ines.gov.br), que já fez a tradução do edital do ENEM em Libras, (https://www.youtube.com/embed/euh9Aywi1aM?rel=0&controls=1&showinfo=0) e um vídeo explicativo (https://www.youtube.com/watch?v=KYNzBTFuJXo) para auxiliar os alunos neste processo. 

Curso de Pedagogia
O curso de graduação semipresencial em Pedagogia Bilíngue será ofertado através de uma parceria com o Ministério da Educação (MEC) por meio do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines/RJ). O curso terá duração de quatro anos e os estudantes poderão contar com uma estrutura física de salas e equipamentos tecnológicos no polo de estudos, na Faculdade de Educação (FAED/UFGD).

A sala de aula preparada para receber esse curso é altamente tecnológica e já está pronta. Chamada Sala Revoluti, também conhecida como sala do futuro, ela possui uma inovadora estrutura de mesas e cadeiras flexíveis e computador acoplado a cada mesa.

Políticas para inclusão dos surdos
Desde 2006, algumas importantes iniciativas têm sido implementadas no Brasil para formar mais professores capacitados para dar aulas a estudantes surdos. Em 2011, o Governo Federal lançou o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limite,  ressaltando o compromisso do Brasil com as prerrogativas da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da Organização das Nações Unidas (ONU), ratificada pelo nosso país com equivalência de emenda constitucional.

Em consonância com o Plano Nacional Viver Sem Limite foi criado o Programa de Acessibilidade na Educação Superior – Incluir. Alguns dos resultados práticos do programa são a criação e reestruturação de Núcleos de Acessibilidade em Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), a criação de 27 cursos de Letras/Libras – Licenciatura e Bacharelado e de 12 cursos de Pedagogia na perspectiva bilíngue. Por meio do plano, foram criadas 690 vagas para que as instituições federais de educação contratem professores, tradutores e intérpretes de Libras.
Dentro do Plano Nacional Viver Sem Limite a UFGD criou, em 2015, o curso de licenciatura em Letras com habilitação em Libras. Atualmente o curso é oferecido na modalidade de Educação à Distância, com atividades na sede da UFGD em Dourados e no Polo UAB (Universidade Aberta do Brasil) de Rio Brilhante. No  total  são 80 vagas, 40 em cada polo.

Mas o desafio da educação com acessibilidade vai além de qualificar professores para que dominem a língua de sinais em sala de aula. É necessário que gestores em educação e escolas valorizem a língua de sinais como língua de instrução e de produção de conhecimentos, incluindo a língua de sinais nos currículos, criando de materiais didáticos em todas as disciplinas que atentem para o processamento visual da informação, desenvolvendo pesquisas sobre a aprendizagem dos estudantes, e incorporando os próprios surdos no debate educacional.

Com esses compromissos em mente, o Curso de Pedagogia Bilíngue pretende formar professores que reflitam e possam tratar os grandes temas pedagógicos inerentes às especificidades culturais e linguísticas dos estudantes surdos. 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados