Geraldo traz ministro para lançar Hospital da Mulher e inaugurar Escola Profissionalizante


Ministro Mendonça Filho, da Educação, virá acompanhado do governador Reinaldo Azambuja; além de liberar recursos e dar ordem de início de serviço para o Hospital da Mulher, vão inaugurar o Centro Estadual de Educação Profissional 


Articulações do deputado federal Geraldo Resende (PSDB) pela implantação do Hospital da Mulher e da Criança, bem como pela ativação do Centro de Educação Profissional já construído em Dourados, garantem a vinda, nesta segunda-feira, do ministro da Educação Mendonça Filho a Mato Grosso do Sul. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) também participa da agenda.
Chegando em Campo Grande pela manhã, o ministro desembarca em Dourados no período da tarde.  Na segunda maior cidade do Estado a inauguração do bloco D da UFGD será às 16h30; e o repasse de recursos da ordem de R$ 10 milhões para o início das obras do Hospital da Mulher e da Criança, bem como a ativação do Centro Estadual de Educação Profissional (Brasil Profissionalizado) acontecerão às 18h30,
A agenda em Campo Grande começa às 9 horas com a cerimônia de fundação, instalação e posse do Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de MS e inauguração do complexo do Centro de Formação de Professores, do Laboratório de Tecnologia e Processamento de Carne, e da ampliação do Restaurante Universitário da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Às 11 horas, o ministro participará de um evento do Programa FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Ao meio dia, ele vai ao Centro de Educação Infantil Professor Eloy Souza da Costa.
O Hospital da Mulher
Luta encabeçada pelo deputado federal Geraldo Resende desde 2009, o Hospital da Mulher e da Criança será construído em área anexa ao Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), para atender mulheres e crianças das regiões da Grande Dourados, Cone-Sul e Fronteira. A primeira etapa terá início nos próximos dias, com uma previsão de entrega em dois anos. A execução acontecerá de forma modular. Após a conclusão de cada fase, o espaço já poderá ser utilizado, sem interferir nas demais etapas.
A edificação terá área construída de 6.370,68 metros quadrados, além de 18 mil metros quadrados de urbanismo (estacionamento, pavimentação, paisagismo, passeio e guaritas) e infraestrutura completa.
Já na primeira etapa, o hospital vai ofertar 55 leitos e serviços de pronto-atendimento pediátrico, pronto-atendimento obstétrico, alojamento conjunto da maternidade, Centro de Parto Normal com cinco quartos PPP (Pré-parto, Parto e Pós-parto), Centro Obstétrico com quatro salas cirúrgicas, Ambulatório Pré-Natal de Alto Risco, além de estruturas de apoio, como sala de plantão, área de apoio a Ensino e Pesquisa, brinquedoteca e área de convivência, com café e recepção geral.
Na segunda etapa, serão construídos 3.304,42 metros quadrados, consistindo em uma estrutura que vai abrigar mais 80 leitos, distribuídos entre as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) Pediátrica e Neonatal, Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs), além de estruturas de apoio, como Banco de Leite Humano, Ambulatório Segmento Recém-Nascido, plantão e apoio ao Ensino e Pesquisa. Nessa fase, o prazo de execução será de 12 meses.
O cronograma de repasses de recursos já garantidos para o Hospital da Mulher e da Criança é de R$ 34 milhões, dos quais, R$ 10 milhões na vinda do ministro, R$ 12 milhões em 2018 e R$ 12 milhões em 2019. Geraldo Resende afirma que vai continuar trabalhando para conquistar, junto com a bancada, valores suplementares, para completar o montante de investimentos previstos, que chega a aproximadamente R$ 50 milhões.
Centro de Educação
         O Centro de Formação Profissional "Professora Evanilde Costa da Silva" é outra conquista do deputado federal Geraldo Resende e do governo do Estado junto ao FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. O edifício foi construído em área próxima ao Parque Ambiental do Córrego Rego d'Água e demandou investimentos da ordem de R$ 8,7 milhões, somando verbas federais e a contrapartida estadual.
          Trata-se de uma estrutura com 12 salas de aulas, seis laboratórios básicos, auditório, biblioteca, refeitório e área de convivência, quadra poliesportiva coberta, e dois grandes laboratórios.


Legenda da ilustração:
Maquete do Hospital da Mulher e da Criança de Dourados

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados