Durante sessão extraordinária, vereadores aprovam PL 023/2017 e dois projetos

Após duas tentativas, a Câmara de Dourados aprovou o Projeto de Lei Complementar nº 023/2017, que dispõe sobre a política salarial dos profissionais do magistério de Dourados. Os vereadores aprovaram o pedido de urgência e rejeitaram as emendas.
O pedido de urgência foi aprovado com 13 votos favoráveis contra cinco contrários, tendo uma ausência. Também foram votadas duas emendas, sendo rejeitadas, e um recurso que também foi recusado com 13 votos contrários.
O projeto foi votado e aprovado tendo 13 votos a favor e seis contrários, sendo dos vereadores Marçal Filho (PSDB), Daniela Hall (PSD), Alan Guedes (DEM), Madson Valente (DEM), Elias Ishy (PT) e Olavo Sul (PEN).
Projetos
A Casa de Leis ainda votou dois projetos. O Projeto de Lei nº 078/2017, de autoria do vereador Elias Ishy, que institui o Programa de Hortas Agroecológicas Comunitárias e Educativas no município e dá outras providências, foi aprovado em unanimidade.
Em primeira discussão e votação, o Projeto de Lei nº 098/2017, de autoria dos vereadores Bebeto (PR) e Alan Guedes, que altera a Lei nº 2152/1997, que dispõe sobre exploração dos serviços de moto-táxi, também foi aprovado com unanimidade dos presentes.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados