Prefeitura lamenta liminar que suspende ‘Dourados Brilha’


A prefeitura de Dourados cumprirá a liminar concedida pela Justiça na ação impetrada na quinta-feira (23) pelo Ministério Público Estadual que suspendeu a realização do "Dourados Brilha" 2017.
O Executivo havia se unido junto a outras instituições públicas como o Governo do Estado e Sanesul, além de entidades locais do comércio a fim de somar recursos para a realização do evento.
O argumento da decisão judicial é que os órgãos públicos justificam grave crise financeira para a ausência de investimento em serviços essenciais para a população e atrasos no pagamento de salário.
No entanto, a prefeitura esclarece que o recurso direcionado para o Dourados Brilha seria em conformidade ao estabelecido em planejamento financeiro, sem impacto a valores direcionados aos serviços públicos, sendo que a maior parcela seria proveniente dos convênios.
A prefeitura de Dourados ressalta que respeita a decisão judicial, porém, lamenta o fato de não poder brindar a população com essa tradicional festa para família douradense.
A gestão destaca ainda que a PGM (Procuradoria Geral do Município) fará os encaminhamentos necessários quanto à decisão judicial. Todavia, não haverá tempo hábil para a hipótese de futura e eventual execução do evento, em razão dos prazos judiciais e recesso forense.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados