CCZ notifica 17 imóveis por descumprir Lei da Dengue na região da Vila Sulmat

A ação da Prefeitura de Dourados, realizada quinta-feira (18) da semana passada, por meio do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), notificou 17 novos imóveis após encontrar 13 focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus em um mutirão baseado nos índices obtidos no LIRAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti), realizado de 8 a 12 de janeiro nos bairros Vila Sulmat, parte do Centro e imediações, na região que compreende o parque ambiental Arnulpho Fioravanti.

De acordo com a bióloga Rosana Alexandre da Silva, coordenadora do CCZ, neste mutirão foram intensificadas as ações no controle do mosquito e também nos demais vetores e zoonoses presentes e possíveis no município de Dourados. "Aproveitamos, ainda, para sensibilizar e orientar a população da importância do comprometimento de cada um, em manter limpos os imóveis, evitando a formação de depósitos propícios para a proliferação destes vetores", disse ela.
Cerca de 40 agentes de endemias, que se concentraram no Ambulatório da Cassems, localizado na rua Mato Grosso esquina com a Antônio Emílio de Figueiredo, inspecionaram 1107 imóveis, orientando, eliminando e tratando os focos e possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti. Mesmo encontrando 124 imóveis fechados na área, as 17 residências notificadas apresentavam situação crítica, em desacordo com o previsto na Lei Municipal 3965, de 11 de fevereiro de 2016, a Lei da Dengue.

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados