Vereadores recebem secretarias para esclarecimentos sobre operação do Gaeco

Vereadores e secretarias durante reunião 
desta quarta-feira Foto: Thiago Morais


Os vereadores da Câmara de Dourados receberam as secretárias de Educação, Denise Portollan de Moura, e de Administração, Elaine Terezinha Boschetti para esclarecer sobre a Operação "Volta às Aulas", realizada segunda-feira (5) na Prefeitura Municipal pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), referente a contratação de professores para 2018.
Durante a primeira sessão do ano, realizada na segunda-feira, os vereadores solicitaram, durante o uso da tribuna livre, a participação das secretárias na pré-pauta, para relatar os fatos ocorridos na prefeitura.
"Nós queremos este feedback da prefeitura, pois a população tem nos questionado sobre a operação e precisamos ter propriedade para explicar o porquê do Gaeco ter ido até a prefeitura. Até o momento, olhamos para essa situação com um olhar neutro", afirmou a presidente da Casa, Daniela Hall (PSD).

Segundo o vice-presidente da Casa, o vereador Sérgio Nogueira (PSDB), o que motivou o legislativo convidar os representantes das pastas envolvidas na operação foi para abrir espaço para fosse relatado os fatos que ocorrem durante a apreensão dos documentos realizada na prefeitura.  "Queríamos esclarecimentos sobre a Operação do Gaeco, motivada pela contratação de professores para 2018 e, desta forma, elucidar o que de fato precisa ser corrigido", afirma Sérgio.
Os vereadores ainda pediram informações sobre as vagas puras, que são abertas por aposentadoria ou falecimento. "Nós somos um órgão fiscalizador, por isso precisamos entender tudo que está acontecendo na prefeitura, para ajudar na fiscalização e a resolver o problema", ressaltou a presidente.
Sergio Nogueira assegurou que a população os tem cobrado sobre a operação, afirmando que eles têm o dever de responder a sociedade. "Nós precisamos ser esclarecidos sobre o que está ocorrendo para que consigamos resolver o problema, pois os alunos não podem ser prejudicados com a situação".
A secretaria de Educação apontou que "estão tranquilos com a situação, pois toda a documentação estava de acordo com a lei".
Além dos vereadores Alan Guedes (DEM), Carlito do Gás (PEN), Junior Rodrigues (PR), Elias Ishy (PT), Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (PMDB), Ramim (PDT), Braz Melo (PSC), Olavo Sul (PEN) e Idenor Machado (PSDB), também participaram da reunião os técnicos administrativos Cleberson Lopes, Sandra de Lima, Gilvana Cavalcante e Lucia Fernandes.
Legenda: 

Mais lidas

Faculdades de Medicina no Paraguai: Universidade USCA abre 280 vagas para curso de medicina e inscrições já estão abertas.

Veja a relação dos candidatos a vereador em Dourados com número que aparece na urna

Proprietários são notificados para adequação das calçadas em Dourados